Estados Unidos com 1.369 mortes e 23.604 infeções nas últimas 24 horas

Os Estados Unidos registaram 1.369 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, menos 167 que na véspera, elevando o total de óbitos para 93.214, segundo um balanço independente da Universidade Johns Hopkins.

De acordo com os números contabilizados até às 20:00 de quarta-feira (01:00 de quinta-feira em Lisboa), o país registou também mais 23.604 infeções nas últimas 24 horas, atingindo os 1.550.959 casos confirmados desde o início da pandemia.

Os Estados Unidos são de longe o país com mais vítimas mortais em todo o mundo e mais casos de infeções confirmadas.

O estado de Nova Iorque continua a ser o principal foco da pandemia naquele país, com 354.370 casos confirmados e 28.636 mortos. Só na cidade de Nova Iorque morreram 20.934 pessoas.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 325 mil mortos e infetou quase cinco milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,8 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.263 pessoas das 29.660 confirmadas como infetadas, e há 6.452 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano passou agora a ser o que tem mais casos confirmados (cerca de 2,2 milhões contra mais de 1,9 milhões no continente europeu), embora com menos mortes (mais de 130 mil contra mais de 169 mil).

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), paralisando setores inteiros da economia mundial, num “grande confinamento” que vários países já começaram a aliviar face à diminuição dos novos contágios.

PTA // MIM

Lusa

(Visited 52 times, 1 visits today)

You might be interested in