DJ e produtor português Holly novamente no cartaz do festival português nos EUA

O DJ e produtor português Holly volta a atuar este ano no festival Coachella, que se realiza em abril em Indio, no estado norte-americano da Califórnia, e tem como cabeças de cartaz Bad Bunny, Blackpink e Frank Ocean.

Holly (Miguel Oliveira) atua no dia 22 de abril no festival onde já esteve em 2019 e no ano passado, sendo que, “desta vez, o músico natural das Caldas da Rainha vai juntar-se em palco ao produtor norte-americano Machinedrum”, segundo o agenciamento do músico e produtor, num comunicado enviado à agência Lusa.

A edição deste ano do festival Coachella acontece nos dias 14 a 16 e 21 a 23 de abril.

O cartaz inclui, além dos cabeças de cartaz Bad Bunny, Blackpink e Frank Ocean, artistas e bandas como Gorillaz, Rosalía, Bjork, Kali Uchis, Burna Boy, Blondie, Underworld, Kaytranada e The Chemical Brothers.

O DJ e produtor das Caldas da Rainha, a residir entre Portugal e os Estados Unidos, tem sido bem-sucedido fora de Portugal com atuações um pouco por todo o mundo.

Em setembro de 2017, Holly foi um dos vencedores dos Goldie Awards, prémios criados pelo DJ e produtor canadiano A-Track e, em março de 2018, atuou no South by Southwest (SXSW), festival dedicado ao mercado da música, cinema e tecnologias digitais.

O português foi responsável pela produção de oito temas de um dos álbuns que esteve em 2022 na competição pelo Grammy de Melhor Álbum de Dança/Eletrónica, “Planet’s Mad”, de Baauer.

Um dos temas desse álbum, “HOT 44”, foi escolhido para integrar a banda sonora do filme “The Batman”, estreado no ano passado.

JRS // MAG

Lusa/Fim

(Visited 14 times, 1 visits today)

You might be interested in