Liga das Nações: William quer aproveitar bom momento para dar dores de cabeça ao selecionador

O médio William Carvalho confessou hoje que pretende aproveitar o “bom momento de forma para dar dores de cabeça” ao selecionador Fernando Santos, nos quatro primeiros jogos de Portugal no Grupo 2 da Liga das Nações A de futebol.

“Fiz uma excelente época este ano, mas não sei se é a minha melhor. Estou num bom momento de forma e assim quero seguir. Estando num bom momento, sou mais um jogador para dar dores de cabeça ao mister”, começou por dizer o jogador do Bétis, de 30 anos, em conferência de imprensa, realizada na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Na quinta-feira, Portugal tem estreia marcada contra Espanha, em Sevilha, no Estádio Benito Villamarín, um palco que William bem conhece e onde os lusos vão enfrentar jogadores de grande nível”, sendo que um dos melhores do lado espanhol, o médio Thiago Alcântara, pode não estar entre os presentes, devido a problemas físicos.

“A Espanha é uma grande seleção, tem jogadores de grande nível, como nós. O mister tem de passar a ideia e no dia do jogo temos de aplicá-la. [Thiago Alcântara] É um grande jogador e, se não estiver, vai fazer falta a seleção de Espanha”, observou.

William iniciou a carreira a jogar na posição mais recuada do meio-campo, mas nos dias de hoje ocupa zonas mais adiantadas no terreno, consoante “a ideia de jogo”. Por outro lado, disse que “tem de respeitar a opinião das pessoas” que consideram o médio um jogador lento.

“Já joguei bastante na posição número seis, também na posição de número oito e sinto-me bem nas duas. No clube jogo com duplo ‘pivot’, aqui na seleção jogo mais a oito, depende da ideia de jogo. Tenho que respeitar a opinião das pessoas, mas quem esta ao meu redor não tem essa ideia [de ser lento]. É o mais importante”, concluiu.

No Grupo 2 da Liga das Nações A, Portugal começa por defrontar a Espanha, na quinta-feira, em Sevilha, depois joga duas vezes no Estádio José Alvalade, no domingo, com a Suíça, e em 09 de junho, com a República Checa, para, no dia 12, atuar em Genebra, no segundo embate com os helvéticos.

Depois destes quatro jogos, a formação das ‘quinas’ cumpre os últimos dois encontros em 24 e 27 de setembro, o primeiro na República Checa e o segundo em Braga, face aos espanhóis.

A formação das ‘quinas’, vencedora da primeira edição da Liga das Nações, em 2019, precisa de vencer o agrupamento para chegar à ‘final four’ da terceira edição, sendo que a segunda foi conquistada pela França, numa final com a Espanha, em 2021.

A fase final da Liga das Nações realiza-se de 14 a 18 de junho de 2023, com os vencedores dos quatro grupos da Liga A, sendo que os últimos de cada um dos agrupamentos descem à Liga B.

AJC (PFO) // NFO

Lusa/Fim

(Visited 7 times, 1 visits today)

You might be interested in