Mundial2022: Ronaldo fala em “jogo da vida” e quer ver Dragão “infernal”

O futebolista Cristiano Ronaldo considerou hoje que a receção à Macedónia do Norte, dos ‘play-offs’ de acesso ao Mundial2022, é o “jogo da vida” para Portugal, e pediu aos adeptos para transformarem o Estádio do Dragão num “inferno”.

“Para nós, também é o jogo da vida. Quero agradecer aos portugueses a demonstração de apoio incondicional que deram durante todo o jogo com a Turquia. O que eu peço é que seja da mesma forma ou ainda mais, logo a começar com o hino. Gostava que o hino começasse, depois parasse e continuassem a cantar. Se estiverem como estiveram na quinta-feira, tenho a certeza que vamos ganhar”, apelou o avançado dos ingleses do Manchester United, durante a conferência de imprensa de antevisão.

Aos 37 anos de idade, o capitão da seleção principal das ‘quinas’ pode olhar para o Qatar2022 como o último Mundial da carreira. Contudo, e depois questionado sobre o ‘pendurar das botas’, o avançado foi perentório.

“Quem vai decidir o meu futuro sou eu, mais ninguém. Se me apetecer jogar, jogo. Se não me apetecer, não jogo. Quem manda sou eu, ponto final”, esclareceu.

Relativamente ao estado físico e anímico da equipa, o experiente jogador luso, que soma os impressionantes registos de 115 golos e 185 jogos pela seleção ‘AA’, garante que todos estão “bastante confiantes e preparados”.

O defesa central Pepe recuperou da infeção com o coronavírus e será, muito provavelmente, um dos titulares na terça-feira juntamente Ronaldo.

“O Pepe faz parte da mobília, tem de estar sempre presente na seleção. Sou amigo dele, temos uma relação de muita proximidade. Coincidimos no Sporting há 20 anos. Gosto quando ele está e, como um dos capitães, toda a gente o respeita, todos sabem a importância dele. O grupo não é de 20, é de 50. É uma família, todos remam para o mesmo lado e ninguém é mais importante que ninguém. Queremos muito levar Portugal ao Mundial”, concluiu.

A seleção lusa está na final do caminho C dos ‘play-offs’, após ter vencido por 3-1 a Turquia, com golos de Otávio, Diogo Jota e Matheus Nunes, na quinta-feira, dia em que a Macedónia do Norte venceu em Itália por 1-0, com um golo de Aleksandar Trajkovski (90+2 minutos), deixando os transalpinos fora do Mundial pela segunda vez seguida.

Portugal procura a oitava presença em Mundiais, e sexta consecutiva, depois de 1966, 1986, 2002, 2006, 2010, 2014 e 2018, enquanto os macedónios nunca participaram numa fase final de um Campeonato do Mundo.

O encontro entre Portugal e a Macedónia do Norte, da final do caminho C dos ‘play-offs’ europeus de acesso ao Mundial2022, realiza-se na terça-feira, no Estádio do Dragão, no Porto, a partir das 19:45, com arbitragem do inglês Anthony Taylor.

AJC/JPYG (MO/PFO) // MO

Lusa/Fim

(Visited 12 times, 1 visits today)

You might be interested in