Jovem de 16 anos acusado do tiroteio que causou dois mortos em liceu no Kentucky

As autoridades norte-americanas acusaram hoje um jovem de 16 anos da autoria do tiroteio que provocou dois mortos e causou 19 feridos no liceu Marshall County, na cidade de Benton, no Estado do Kentucky.

Sem revelar a identidade do adolescente, o procurador do condado de Ellis afirmou que o autor dos disparos foi indiciado de dois crimes qualificados de homicídio e de tentativa de assassínio com arma mortal.

Desconhecendo as motivações, as autoridades referiram que o jovem alvejou mortalmente dois estudantes, uma rapariga de 16 anos e um rapaz, sem especificar a idade, transportado para uma unidade hospital, onde acabou por morrer algum tempo depois do tiroteio.

O governador do Kentucky, Matt Bevin, revelou que 14 dos 19 feridos apresentam ferimentos provocados pelas balas da arma de fogo.

O autor dos disparos, cujo número as autoridades desconhecem, foi encaminhado para um centro de detenção juvenil e será presente a tribunal na quarta-feira.

O xerife do condado de Ellis, Joe Fitzgerald, afirmou que os investigadores sabem como o jovem obteve a arma de fogo utilizada no tiroteio, embora não tenha revelado o modo.

Este foi o segundo tiroteio numa escola dos Estados Unidos neste ano.

De acordo com dados reunidos pelo Arquivo de Violência com Armas, uma rapariga de 15 anos ficou ferida na segunda-feira e está a recuperar num hospital, depois de ter sido atingida por um tiro de um rapaz de 16 anos, numa escola secundária de Italy, no Texas.

JOP // EL

Lusa/Fim

(Visited 36 times, 1 visits today)

You might be interested in