Tempo dificulta combate ao maior incêndio florestal da história do Texas

As condições climatéricas são cada vez mais difíceis no Texas, o que está a dificultar o trabalho dos bombeiros no combate ao maior incêndio da história daquele estado norte-americano.

Segundo o Notícias ao Minuto, o incêndio em Smokehouse Creek, que começou na segunda-feira, já provocou a morte a, pelo menos, duas pessoas, deixou uma paisagem cinzenta, com pradarias arrasadas, gado morto e até 500 estruturas destruídas, incluindo habitações no Texas Panhandle.

O Serviço Meteorológico Nacional em Amarillo emitiu um alerta vermelho para todo o Panhandle, desde o final da manhã de hoje até à meia-noite de domingo, depois da chuva e da neve de quinta-feira, que permitiram que os bombeiros contivessem uma parte do incêndio.

“Uma combinação de ventos fortes, baixa humidade relativa e temperaturas altas criará um clima favorável para o rápido crescimento e propagação do fogo”, refere a previsão do serviço meteorológico.

O incêndio, que se fundiu com outro fogo e cruzou a fronteira do estado até ao oeste de Oklahoma, queimou mais de 1.700 milhas quadradas (4.400 quilómetros quadrados) e foi 15% contido, disse o Texas A&M Forest Service, na sexta-feira.

A causa do incêndio permanece sob investigação, embora ventos fortes, vegetação seca e clima excecionalmente quente tenham alimentado as chamas.

(Visited 14 times, 1 visits today)

You might be interested in