Pelo menos 13 feridos a tiro no metro de Nova Iorque

Pelo menos 13 pessoas foram hoje feridas a tiro no metropolitano de Nova Iorque, na zona de Brooklyn, e detetados “explosivos não detonados”, indicou um porta-voz dos bombeiros à agência noticiosa AFP.

Um importante dispositivo de segurança foi de imediato instalado junto ao cruzamento da rua 36 e a 4ª avenida de Brooklyn, onde ocorreu o incidente.

“Às 08:27 (13:27 em Lisboa), a polícia recebeu uma chamada de urgência de uma pessoa que foi atingida por uma bala, no metro” em Brooklyn, confirmou posteriormente à AFP um porta-voz da polícia de Nova Iorque, que pediu à população para evitar a zona.

A polícia referiu ainda estar à procura de um homem com um colete laranja, como os usados na construção civil, e uma máscara de gás, e apontado como o principal suspeito do tiroteio no metro.

Segundo diversos ‘media’ locais, o suspeito foi descrito como um homem negro com cerca de 1,65 de altura e 80 quilos de peso, apesar de ainda não existir confirmação oficial.

O presidente norte-americano, Joe Biden, que anunciou novas medidas contra as armas na segunda-feira, foi informado do tiroteio e a Casa Branca ofereceu assistência às autoridades em Nova York, disse a porta-voz do executivo, Jen Psaki.

PCR (CSR) // PAL

Lusa/Fim

(Visited 29 times, 1 visits today)

You might be interested in