New Hampshire acusa homem pela morte de um feto

William Kelly, de 28 anos, foi presente a tribunal acusado de ter assassinado a mulher e o filho, que ainda não tinha nascido.

Segundo o site Noticias ao Minuto, o estado norte-americano de New Hampshire acusou pela primeira vez uma pessoa pela morte de um feto. William Kelly, de 28 anos, foi presente a tribunal, esta segunda-feira, por ter assassinado a mulher, que estava grávida, e o filho, que ainda não tinha nascido.

De acordo com o ABC News, o médico legista Mitchell Weinberg determinou que Christine Falzone, de 33 anos, estava grávida de 35 a 37 semanas quando foi assassinada. A polícia encontrou a grávida sem respirar na casa onde morava com o homicida. Só mais tarde foi possível comprovar que Kelly era o pai do feto.

O homem já tinha sido, na sexta-feira, indiciado pelo júri pelos dois homicídios. Na acusação, é referido que o homem causou de forma imprudente a morte da companheira e do bebé. 

Os advogados assumiram que continuam à espera dos resultados dos testes forenses, pelo que o tribunal concordou em marcar uma nova audiência em junho. O caso será julgado provavelmente em junho do próximo ano. 

William Kelly tem antecedentes criminais, sendo que a última vez que foi detido foi em 2019 devido uma agressão.

(Visited 8 times, 1 visits today)

You might be interested in