Navio-hospital com mil camas, da Marinha dos EUA, atracou em Nova Iorque

Um navio-hospital da Marinha dos EUA, com mil camas, atracou em Nova Iorque, respondendo a um apelo das autoridades locais para mais ajuda do Governo federal no combate à pandemdia covid-19.

O USNS Comfort será utilizado para tratar doentes que não estejam relacionados com a covid-19, retirando pressão sobre as unidades hospitalares que estão no combate direto à pandemia.

O navio-hospital, que ficará atracado num terminal de cruzeiros na ilha de Manhattan, possui mil camas para internamento e 12 salas de cirurgia.

O Estado de Nova Iorque tornou-se o epicentro da pandemia de covid-19 nos Estados Unidos, com mais de 30.000 casos confirmados e mais de mil mortes.

A vinda do navio-hospital constitui uma das respostas do Governo Federal aos apelos do governador do Estado de Nova Iorque, Andrew Cuomo, que tem sido muito crítico da estratégia do Presidente Donald Trump no combate à propagação do novo coronavírus.

Também o ‘mayor’ de Nova Iorque, Bill de Blasio, tem apelado ao reforço de meios de proteção para o pessoal médico na cidade, assim como ao fornecimento de mais ventiladores, depois de ter feito uma estimativa muito dramática do aumento de infetados nos próximos dias.

Os Estados Unidos já registaram mais de 140.000 casos confirmados de covid-19 e mais de 2.500 mortes, desde o início da pandemia.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 727 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 35 mil.

Dos casos de infeção, pelo menos 142.300 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

(Visited 508 times, 1 visits today)

You might be interested in