EUA preparam “pacote de medidas” para contrariar ataque russo contra Ucrânia

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse hoje que está a preparar um “pacote de iniciativas” para proteger a Ucrânia de um eventual ataque russo, quando Kiev e Washington acusam Moscovo de planear uma invasão.

Biden diz estar em “contacto permanente” com os aliados dos Estados Unidos e da Ucrânia, para a eventualidade de uma escalada de tensão militar nas fronteiras ucranianas.

“Estou a preparar o que será, acredito, um conjunto completo de iniciativas que dificultará muito as intenções de Putin”, explicou Biden, referindo-se aos eventuais planos bélicos do Presidente russo.

O Presidente norte-americano e o seu homólogo russo vão discutir nos próximos dias a situação nas fronteiras da Ucrânia, sete anos após a anexação da Crimeia pela Rússia e da ocupação do leste da ex-república soviética por forças separatistas pró-Moscovo.

As tensões começaram a crescer nas últimas semanas, perante o rumor de um novo ataque contra a Ucrânia pela Rússia, acusada de ter concentrado cerca de 94 mil soldados na fronteira.

Para apaziguar a situação, Moscovo pede “garantias de segurança” e, em particular, a garantia de que a NATO não continuará a expandir a sua zona de influência no leste da Europa, nomeadamente com a possibilidade de adesão da Ucrânia à Aliança Atlântica.

Kiev, contudo, recusa categoricamente abandonar o pedido de adesão à NATO – que foi formalizada em 2008 – pedindo aos aliados para rejeitarem as condições impostas por Moscovo para uma pacificação na região.

RJP // PDF

Lusa/Fim

(Visited 8 times, 1 visits today)

You might be interested in