Democrata Joe Biden nega acusações de agressão sexual a ex-funcionária nos EUA

O ex-vice-presidente norte-americano e atual candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, negou hoje oficialmente a acusação de agressão sexual a uma ex-funcionária do Senado nos anos de 1990.

“Estou a afirmar inequivocamente que nunca, nunca aconteceu”, disse Biden, numa entrevista ao programa “Morning Joe”, do canal MSNBC.

É o primeiro comentário público do candidato democrata a presidente dos Estados Unidos sobre a acusação de agressão sexual à sua ex-funcionária do Senado, Tara Reade, em 1993.

Biden disse que pedirá aos Arquivos Nacionais norte-americanos que determinem se há algum registo da apresentação dessa queixa.

“Só existe um lugar em que uma queixa desse tipo pode estar: os Arquivos Nacionais. Os Arquivos Nacionais é [o local] onde os registos são mantidos”, disse Biden.

“A ex-funcionária disse que registou uma queixa em 1993. Mas ela não tem um registo dessa suposta queixa. Os documentos dos meus anos no Senado, que doei à Universidade de Delaware, não contêm arquivos pessoais”, afirmou ainda Biden.

As eleições presidenciais norte-americanas realizam-se em 03 de novembro, opondo Biden ao republicano e atual presidente Donald Trump.

(Visited 20 times, 1 visits today)

You might be interested in